sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Milagre Temporário.

Hoje o jantar foi feito a três. Tratei das entradas: tomates cherry, cogumelos, cebola picada, azeite, sal e queijo ralado+oregãos > tudo para o forno; a minha mãe fez o prato principal: filetes de pescada enrolados com courgette, puré e mais não sei o quê, e o meu sobrinho fez a sobremesa: banana, maçã, sumo de laranja e umas folhas de gelatina et voilá!
O que é que isto tem de interessante? Por meia hora parecíamos uma família normal. E sem gritar. Irreal, acreditem.
Entretanto já passou.

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Com Licença.

Gosto quando estou numa passagem estreita (excluam dessas mentes a área sexual), em que não consigo passar, peço "com licença" e as pessoas não se mexem. Simplesmente não reagem a uma expressão de boa educação.
Será por serem deficientes? Burgessos? Broncos? Cagalhões Azeiteiros??!?
Sim, é.

Uma marretada no alto da pinha e era pouco, muito pouco. Ain, aiiiiinnnn!!

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

O IEFP e a Vera Pereira.

Ora bem, qualquer leitor deste blogue, que já cá tenha passado no mínimo duas vezes, sabe- e diz no meu perfil- que o IEFP é o meu ódio de estimação. Quando criei este blogue foi com base nas histórias irreais que me aconteciam quando lá ia.

E é bom saber que este cagalhão de Instituição me dá razão. Nunca me deu na altura em que fiz queixas e reclamei (como podem ver em anteriores posts com tag IEFP), mas deu agora a nível nacional. É verdade, o IEFP deu-me razão numa das acusações que lhe fiz, das cunhas! Para quem não apanhou esta notícia, trata-se de um anuncio colocado no site deles, uma oferta para Educadora de Infância em Tavira, onde foi colocada informação extra:


Uma oferta exclusiva para quem se chama Vera Pereira. Há anúncios em que os requisitos são Licenciaturas, há outros em que temos de pôr o nosso nome artístico, Vera Pereira. A Vera, coitada, não tem culpa de ter arranjado cunha. Teve foi azar com @imbecil d@ funcionari@ que colocou o anuncio online, que não percebeu que aquela "notinha" não era suposta ser conhecida do público em geral.

Felizmente alguém apanhou isto a tempo (porque obviamente já não está acessível) e houve uma partilha massiva, principalmente nas redes sociais e televisão sobre esta palhaçada de merda. Isto foi só mais um confirmar de o que toda a gente sabe: que ou se é próximo de alguém influente ou se fode com esse mesmo alguém influente.



Obs: Vera, espero que isto não dê barraca para o teu lado e que orientes. Eu tenho é inveja de não estar empregado também.
Obs1: IEFP, ainda vou fazer uma piada ou outra na vossa cara com este tema.Obrigado, gosto que se enterrem sem ser necessário ler o meu blogue!


segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Oh Cristo, anda cá ver isto!

Eu às vezes sou maroto, até chego a roçar o limite de gozão...mas deu-me uma pena descomunal da Cecília Giménez! Esperem! Não vão já o google pesquisar se ainda não conhecem- eu faço-vos uma breve apresentação, ilustrada!

Então uma idosa, restauradora amadora espanhola, aplicou todo o seu talento na obra Ecce Homo, tonando-a mais conhecida do que já era.E mais borrada que já era.  Não pelas melhores razões, mas isso também depende do ponto de vista. Pelo menos para mim (mas eu também não sou dado à igreja).
Borrou o fresco, literalmente

Criou uma versão que já teve repercussões a nível digital mundial, passo a expressão, de cagar a rir. É rara a obra de arte baseada nesta restauração espanhola, que não me faça soltar uma gargalhada mais ou menos sonora.
Vou-vos mostrar algumas das relíquias:

A obra original -    a por restaurar  -    e a restaurada.



Fantástico, eheheheh!



Cecília, esta faz-me lembrar uma janta da Cerci

Não faço ideia de onde são originárias estas boas opções, mas por cá..sei que os do Cão Azul também já fizeram umas t-shirts engraçadas sobre o tema. Não fossem eles TER QUASE um humor bom como o meu, muahahhaha!


Mas coitadinha da senhora, as últimas notícias que soube dela é que estava de cama com ataques de ansiedade por tanto mediatismo trocista à volta disto. Vamos lá apoiar a Cecília, que já tem 81 anos e fez com este fresco parecesse de Picasso- mais coisa, menos coisa.! E deu-me pena porque ela é uma avozinha que não se pode enervar com estas idades.
Beso para abuelita Cecilia!

domingo, 26 de agosto de 2012

Rentrée Blogueira: Fanny e Margarida Rebelo Pinto

Rentré, reentré, reentréé...se querem que vos diga, fui ver como se escreve esta palavra e não fiquei elucidado de como se escreve em português e muito menos com o Acordo. Então fica Rentrée que é assim que se escreve em franciu.
Ora bem, fica aqui registado que fui eu que inventei esta expressão de "Rentrée Blogueira" e fui o "primeiros a fazê-la, porque para a semana é que deve ser a altura oficial do encerramento da "silly season". Este período, tem como única diferença do o resto do ano, fazer mais calor e haver muito mais emigrantes a proferir o idioma portucês.

Para quem não domina o inglês, silly quer dizer: parvalhão. Poderia pôr aqui alguns nomes próprios para melhor exemplificar, mas a minha religião não permite que o faça aos Domingos. E que parvalhões temos por cá? Assim de repente, veio-me esta pérola à cabeça:

O grave disto, é que depois de ouvir a primeira vez...a puta da música fica na cabeça. E vá, até posso bater o pé duas ou três vezes. Mas mais do que isso, nãoooo!
Posto isto, e porque esta miúda é isso mesmo, uma miúda- e está a aproveitar para ganhar uns trocos enquanto alguém se lembra dela- existe outra esperteza (que também acha que é miúda), mas com categoria de escritora.

A Margarida Rebelo Pinto, também conhecida por pessoa que escreve 15 asneiras em 3 palavras, teve uma diarreia cerebral e falou sobre as Gordas. É nítida a frustração (das 36252 que deve ter) que esta mulher tem e foi claramente trocada por uma mulher menos escanzelada do que ela. No entanto, esta mulher é tão "poucachinha" que eu nem me vou estender em opinanços. Quem não leu, leia, por favor! Alarvidades dessas não são escritas todos os dias.

Se vocês que estiverem a ler, forem a puxar para o anafado, tentem não matar a Margarida!
Fanny, eu não sou d'intrigas...mas acho que a Margarida é capaz de ter feito referência á tua pessoa. E não foi a elogiar os teus dotes vocais.

Sugiro que se faça a Miss Silly Season e desejo desde já boa sorte ao Júri, porque não é fácil. Há malta com muito potencial. tenho dito.

Percebem agora porque tenho estado ausente? Porque quando queria tratar um tema, dava-me uma volta à tripa que desistia logo. Mas hoje comprei imodium.