segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Laureating a Pévid, mas de Descapotável.

Ora bem, se viram alguns posts anteriores tento sempre aproveitar as folgas a laurear a pevide. E desta vez andei numa de pseudo-fashion-blogger, que é como quem diz: andei a pavonear-me com um carro emprestado. Estão a ver os pseudo-vips que andam com roupa emprestada nas Galas da TV? É mais ou menos a mesma coisa, só que eu não sou pseudo-vip nem uso roupa emprestada.

Há coisa de dois meses fui convidado a participar numa espécie de passatempo por parte da Citroen onde tinha de expressar sob forma de manifesto, uma ideia diferente, uma sugestão para se poder fazer na vida real e que ainda não existisse e eu acabei por escrever isto.

Se vocês acham ou não graça, não interessa assim tanto porque já me deu direito a andar de cabelos ao vento e tentar espalhar estilo pela cidade. Bem, foi mais os cabelos ao vento que o estilo, embora o carro ajudasse bastante.

O que posso eu dizer deste carro? Aquele palavreado técnico todo que uma pessoa fica na mesma? Não, porque para isso existem os Técnicos da Citroen (eu gostava de pôr aquele acento alemão dos dois pontinhos, mas não sei) que podem consultar através do site ou da página do facebook- página onde publicaram o meu manifesto também.

Se olhei para o carro e adorei? Sim. É um carro maneirinho (e eu não gosto de carros grandes) e o Citroen DS3 tem a medida certa. E traços modernos e confortável até mais não. Com o interior todo em tons de preto e cinzento metalizado, com todas as modernices respeitantes a tecnologias incluídas. Com uma condução super leve e fácil! Ah, já que estou a falar nisto, também foi muito bonito conduzir um carro automático, tendo em conta que o meu carro actual até leitor de cassetes tem. Já tinha conduzido um, onde me disseram logo "põe a perna esquerda para trás porque vais ter a tentação de carregar na embraiagem" e sim, teve mesmo de ser assim. Mas tinha sido há muito tempo e tive de ligar a outro amigo para me ensinar a arrancar. Mas depois de uns quilómetros já estava tudo nos trinques.

E quando tiver dinheiro (que desgosto de ser pobre, porra), já sei qual é o carro com o qual me identifico bastantee! E a capota??? Para apanhar sol na tromba? Coisa mái linda! DS3! DS3!!!







6 comentários:

  1. Muito bem mesmo, o carro é bem fixe! O acento é da língua holandesa, o nome da marca vem daí.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah! Sempre a aprender! Eu como usava o acento quando tive alemão, nem pensei na origem :P

      Eliminar