segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Escolhas, Escolhas e Eleições- O Rescaldo.


Se há coisa que eu tenho a dizer sobre as Eleições é que elegeram muito bem os concorrentes para a  Casa dos Segredos 4. Mantendo o mesmo nível do anterior, deve dar esfrega e porradaria que até ferve nas primeiras 24 2 horas.

O quê? Sobre as Autárquicas? Ahhh, sim! O que eu tenho a dizer é que continuo a achar as pessoas estúpidas por se julgarem umas às outras conforme a sua cor partidária. Também as acho estúpidas por fazerem o mesmo relativamente a religiões, orientações sexuais e qualquer outra forma de discriminação, mas é isso,hoje o post é sobre as Eleições.

Vi pessoas, que até achava que se davam relativamente bem, a ficarem aziadas com a presença de pessoas que eram assumidamente de outro partido. Todo o tipo de fanatismo é mau e aqui foi só mais um caso. É parvo, com certeza que é, daí se chamar fanatismo. Mas isto sou eu com o meu mau feitio, até porque raramente vivo alguma coisa intensamente- e quando vivo, raramente me dou bem.

Respirem, pessoas! O expoente máximo de "nervoso dos nervos" sou eu, por isso toca a acalmar. Daqui a quatro anos logo respingam.


Obs: esta noticia é verdade? Vejam lá.... http://www.dn.pt/politica/interior.aspx?content_id=3449477
Porra.

Escolhas, Escolhas e Eleições- O Rescaldo.


Se há coisa que eu tenho a dizer sobre as Eleições é que elegeram muito bem os concorrentes para a  Casa dos Segredos 4. Mantendo o mesmo nível do anterior, deve dar esfrega e porradaria que até ferve nas primeiras 24 2 horas.

O quê? Sobre as Autárquicas? Ahhh, sim! O que eu tenho a dizer é que continuo a achar as pessoas estúpidas por se julgarem umas às outras conforme a sua cor partidária. Também as acho estúpidas por fazerem o mesmo relativamente a religiões, orientações sexuais e qualquer outra forma de discriminação, mas é isso,hoje o post é sobre as Eleições.

Vi pessoas, que até achava que se davam relativamente bem, a ficarem aziadas com a presença de pessoas que eram assumidamente de outro partido. Todo o tipo de fanatismo é mau e aqui foi só mais um caso. É parvo, com certeza que é, daí se chamar fanatismo. Mas isto sou eu com o meu mau feitio, até porque raramente vivo alguma coisa intensamente- e quando vivo, raramente me dou bem.

Respirem, pessoas! O expoente máximo de "nervoso dos nervos" sou eu, por isso toca a acalmar. Daqui a quatro anos logo respingam.


Obs: esta noticia é verdade? Vejam lá.... http://www.dn.pt/politica/interior.aspx?content_id=3449477
Porra.

domingo, 29 de setembro de 2013

Famas Sem Proveitos.


É tão bom sermos acusados (sim, porque quando nos confrontam com algo que é mentira, é acusação) de fazer ou ser algo que não corresponde à realidade. É mesmo espectacular, adoro. Dá uma vontade extrema de realmente ser e fazer coisas contrárias à conduta inicial. Ter fama sem ter proveito é realmente, na maioria dos casos, um grande aborrecimento. Aborrece-me mesmo. O que é que querem? Não me agrada.
Há dias em que apetece borrifar (para não escrever cagar) no ser minimamente correcto e justo ao seguir padrões ditos normais e ser e fazer coisas susceptíveis de ser comentadas.
As pessoas cansam-me. e eu canso outras tantas. é a vida, eu sei.

Porque não comentam por exemplo que eu ganhei o euromilhoes? Podia ser que me saísse o proveito. Isso sim, era bem feito.


Famas Sem Proveitos.


É tão bom sermos acusados (sim, porque quando nos confrontam com algo que é mentira, é acusação) de fazer ou ser algo que não corresponde à realidade. É mesmo espectacular, adoro. Dá uma vontade extrema de realmente ser e fazer coisas contrárias à conduta inicial. Ter fama sem ter proveito é realmente, na maioria dos casos, um grande aborrecimento. Aborrece-me mesmo. O que é que querem? Não me agrada.
Há dias em que apetece borrifar (para não escrever cagar) no ser minimamente correcto e justo ao seguir padrões ditos normais e ser e fazer coisas susceptíveis de ser comentadas.
As pessoas cansam-me. e eu canso outras tantas. é a vida, eu sei.

Porque não comentam por exemplo que eu ganhei o euromilhoes? Podia ser que me saísse o proveito. Isso sim, era bem feito.


terça-feira, 24 de setembro de 2013

Confirmação de Mudanças.

E este ano foi à risca: a mudança de tempo foi exactamente no dia da celebração do inicio da nova estação no calendário. Muda a luz da cidade, muda a hora do pôr do sol (muda a hora brevemente também, snif). Sabemos portanto que a outra estação é o Natal. A última estação do ano.

Querem uma aposta que sem darmos por nada, já está tudo a queixar-se que é dia 24 e ainda não compraram nada?

Confirmação de Mudanças.

E este ano foi à risca: a mudança de tempo foi exactamente no dia da celebração do inicio da nova estação no calendário. Muda a luz da cidade, muda a hora do pôr do sol (muda a hora brevemente também, snif). Sabemos portanto que a outra estação é o Natal. A última estação do ano.

Querem uma aposta que sem darmos por nada, já está tudo a queixar-se que é dia 24 e ainda não compraram nada?

terça-feira, 17 de setembro de 2013

Chapadão Sem Querer.

Aquelas frases que odiamos ouvir em relação à nossa pessoa e que evitamos ouvir até mais não, podem afinal ser úteis e tornar-se numa "wake up call", um acorda para a vida e finalmente tomarmos uma atitude para determinada situação.

Confusos? Leiam mais pausadamente que hão de chegar lá, tenho a certeza.

Chapadão Sem Querer.

Aquelas frases que odiamos ouvir em relação à nossa pessoa e que evitamos ouvir até mais não, podem afinal ser úteis e tornar-se numa "wake up call", um acorda para a vida e finalmente tomarmos uma atitude para determinada situação.

Confusos? Leiam mais pausadamente que hão de chegar lá, tenho a certeza.

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Laureating a Pévid, mas de Descapotável.

Ora bem, se viram alguns posts anteriores tento sempre aproveitar as folgas a laurear a pevide. E desta vez andei numa de pseudo-fashion-blogger, que é como quem diz: andei a pavonear-me com um carro emprestado. Estão a ver os pseudo-vips que andam com roupa emprestada nas Galas da TV? É mais ou menos a mesma coisa, só que eu não sou pseudo-vip nem uso roupa emprestada.

Há coisa de dois meses fui convidado a participar numa espécie de passatempo por parte da Citroen onde tinha de expressar sob forma de manifesto, uma ideia diferente, uma sugestão para se poder fazer na vida real e que ainda não existisse e eu acabei por escrever isto.

Se vocês acham ou não graça, não interessa assim tanto porque já me deu direito a andar de cabelos ao vento e tentar espalhar estilo pela cidade. Bem, foi mais os cabelos ao vento que o estilo, embora o carro ajudasse bastante.

O que posso eu dizer deste carro? Aquele palavreado técnico todo que uma pessoa fica na mesma? Não, porque para isso existem os Técnicos da Citroen (eu gostava de pôr aquele acento alemão dos dois pontinhos, mas não sei) que podem consultar através do site ou da página do facebook- página onde publicaram o meu manifesto também.

Se olhei para o carro e adorei? Sim. É um carro maneirinho (e eu não gosto de carros grandes) e o Citroen DS3 tem a medida certa. E traços modernos e confortável até mais não. Com o interior todo em tons de preto e cinzento metalizado, com todas as modernices respeitantes a tecnologias incluídas. Com uma condução super leve e fácil! Ah, já que estou a falar nisto, também foi muito bonito conduzir um carro automático, tendo em conta que o meu carro actual até leitor de cassetes tem. Já tinha conduzido um, onde me disseram logo "põe a perna esquerda para trás porque vais ter a tentação de carregar na embraiagem" e sim, teve mesmo de ser assim. Mas tinha sido há muito tempo e tive de ligar a outro amigo para me ensinar a arrancar. Mas depois de uns quilómetros já estava tudo nos trinques.

E quando tiver dinheiro (que desgosto de ser pobre, porra), já sei qual é o carro com o qual me identifico bastantee! E a capota??? Para apanhar sol na tromba? Coisa mái linda! DS3! DS3!!!







Laureating a Pévid, mas de Descapotável.

Ora bem, se viram alguns posts anteriores tento sempre aproveitar as folgas a laurear a pevide. E desta vez andei numa de pseudo-fashion-blogger, que é como quem diz: andei a pavonear-me com um carro emprestado. Estão a ver os pseudo-vips que andam com roupa emprestada nas Galas da TV? É mais ou menos a mesma coisa, só que eu não sou pseudo-vip nem uso roupa emprestada.

Há coisa de dois meses fui convidado a participar numa espécie de passatempo por parte da Citroen onde tinha de expressar sob forma de manifesto, uma ideia diferente, uma sugestão para se poder fazer na vida real e que ainda não existisse e eu acabei por escrever isto.

Se vocês acham ou não graça, não interessa assim tanto porque já me deu direito a andar de cabelos ao vento e tentar espalhar estilo pela cidade. Bem, foi mais os cabelos ao vento que o estilo, embora o carro ajudasse bastante.

O que posso eu dizer deste carro? Aquele palavreado técnico todo que uma pessoa fica na mesma? Não, porque para isso existem os Técnicos da Citroen (eu gostava de pôr aquele acento alemão dos dois pontinhos, mas não sei) que podem consultar através do site ou da página do facebook- página onde publicaram o meu manifesto também.

Se olhei para o carro e adorei? Sim. É um carro maneirinho (e eu não gosto de carros grandes) e o Citroen DS3 tem a medida certa. E traços modernos e confortável até mais não. Com o interior todo em tons de preto e cinzento metalizado, com todas as modernices respeitantes a tecnologias incluídas. Com uma condução super leve e fácil! Ah, já que estou a falar nisto, também foi muito bonito conduzir um carro automático, tendo em conta que o meu carro actual até leitor de cassetes tem. Já tinha conduzido um, onde me disseram logo "põe a perna esquerda para trás porque vais ter a tentação de carregar na embraiagem" e sim, teve mesmo de ser assim. Mas tinha sido há muito tempo e tive de ligar a outro amigo para me ensinar a arrancar. Mas depois de uns quilómetros já estava tudo nos trinques.

E quando tiver dinheiro (que desgosto de ser pobre, porra), já sei qual é o carro com o qual me identifico bastantee! E a capota??? Para apanhar sol na tromba? Coisa mái linda! DS3! DS3!!!







quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Choradeira do Ano.

E passou um ano que escrevi isto. Custou, mas passou um ano e parece que não passou. Faz hoje um ano e mesmo por esta hora que eu tomei a única decisão de Homem que tomei na vida. Há 365 dias, deixei por umas horas a capital e pus-me a caminho da terra para -depois de ter recebido uma chamada a dizer: é hoje, está-se a ir- me despedir do meu melhor e mais giro Amigo.

Continua a ser a minha foto preferida...

(pausa para eu respirar e parar de chorar e escrever)
Foi a única decisão em que fui o Homem da casa, isto porque, o meu Pai não conseguia. Quis e quis à força que houvesse medicamentos que arrastassem mais uns dias a presença do nosso canito mai lindo. Passou-me- com toda a lógica do mundo- a "batata quente" para dizer sim ao abate da única pessoa -sim, sempre foi tratado como tal- que não chateava ninguém em casa e era do agrado de todos. Afinal de contas, fui eu que o levei para casa contra vontade dos meus pais (que rapidamente mudaram de ideias).
Mas o sofrimento do canito era tanto...e os olhos já tão apagados quando o vi, sem brilho absolutamente nenhum - a contrastar drasticamente com a vivacidade que sempre teve, que de algum modo se tornou "fácil" para mim tomar a decisão.  Fácil nunca pode ser usado num contexto destes, mas quem tem cães compreenderá.

Exemplo de que não foi fácil nem nunca será é ainda se chorar em casa casa vez que se fala no teu nome, Tarik! Sim, somos todos umas bestas de merda para as outras pessoas, mas uns maricas de primeira apanha contigo!

Já vos disse que passou um ano? Eu sei, mas não parece. O tempo ajuda a curar tudo, mas ainda não passou o tempo suficiente e Tarik, meu cão mais lindo e mais feitio-de-merda-parecido-ao-dono-que-só-ouve-ordens-que-lhe-convinha. Tenho tantas saudades tuas.   :((


No sítio do costume, à espera dos donos




Obs: entretanto foi outro cão lá para casa. Não é por mal, mas ainda não me consegui afeiçoar e confesso que às vezes até me esqueço que ele lá está, apesar de ser um cú de mimo e um piegas muito giro. Mas não há Amor como o primeiro. Eu sei que não tem culpa, mas não consigo...

Choradeira do Ano.

E passou um ano que escrevi isto. Custou, mas passou um ano e parece que não passou. Faz hoje um ano e mesmo por esta hora que eu tomei a única decisão de Homem que tomei na vida. Há 365 dias, deixei por umas horas a capital e pus-me a caminho da terra para -depois de ter recebido uma chamada a dizer: é hoje, está-se a ir- me despedir do meu melhor e mais giro Amigo.

Continua a ser a minha foto preferida...

(pausa para eu respirar e parar de chorar e escrever)
Foi a única decisão em que fui o Homem da casa, isto porque, o meu Pai não conseguia. Quis e quis à força que houvesse medicamentos que arrastassem mais uns dias a presença do nosso canito mai lindo. Passou-me- com toda a lógica do mundo- a "batata quente" para dizer sim ao abate da única pessoa -sim, sempre foi tratado como tal- que não chateava ninguém em casa e era do agrado de todos. Afinal de contas, fui eu que o levei para casa contra vontade dos meus pais (que rapidamente mudaram de ideias).
Mas o sofrimento do canito era tanto...e os olhos já tão apagados quando o vi, sem brilho absolutamente nenhum - a contrastar drasticamente com a vivacidade que sempre teve, que de algum modo se tornou "fácil" para mim tomar a decisão.  Fácil nunca pode ser usado num contexto destes, mas quem tem cães compreenderá.

Exemplo de que não foi fácil nem nunca será é ainda se chorar em casa casa vez que se fala no teu nome, Tarik! Sim, somos todos umas bestas de merda para as outras pessoas, mas uns maricas de primeira apanha contigo!

Já vos disse que passou um ano? Eu sei, mas não parece. O tempo ajuda a curar tudo, mas ainda não passou o tempo suficiente e Tarik, meu cão mais lindo e mais feitio-de-merda-parecido-ao-dono-que-só-ouve-ordens-que-lhe-convinha. Tenho tantas saudades tuas.   :((


No sítio do costume, à espera dos donos




Obs: entretanto foi outro cão lá para casa. Não é por mal, mas ainda não me consegui afeiçoar e confesso que às vezes até me esqueço que ele lá está, apesar de ser um cú de mimo e um piegas muito giro. Mas não há Amor como o primeiro. Eu sei que não tem culpa, mas não consigo...

quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Foi Aqui.

Foi daqui - onde trânsito existe tanto multidões de gente parva- que escrevi o post anterior.




Obs: sim, é um sítio brutal e sim estou de férias. agora não vale a pena sentirem inveja má porque só agora é que consegui descansar, uma vez que na minha outra suposta semana de férias, não cheguei ao destino por causa de um precalço.

Foi Aqui.

Foi daqui - onde trânsito existe tanto multidões de gente parva- que escrevi o post anterior.




Obs: sim, é um sítio brutal e sim estou de férias. agora não vale a pena sentirem inveja má porque só agora é que consegui descansar, uma vez que na minha outra suposta semana de férias, não cheguei ao destino por causa de um precalço.

terça-feira, 3 de setembro de 2013

Não Abras Os Olhos Que Não É Preciso.

Pessoas que atravessam com o sinal vermelho e ficam super ofendidas depois de levarem uma buzinadela. Deviam era levar uma pantufada nos dentes só por causa das tosses, secalhar já não repetiam a proeza.

Digo eu, mas eu tenho um feitio especial.

(isto já tinha sido escrito há mais tempo, porque neste momento onde estou nem trânsito há. Mas logo ponho umas fotos que só tenho internet de vez em quando)

Não Abras Os Olhos Que Não É Preciso.

Pessoas que atravessam com o sinal vermelho e ficam super ofendidas depois de levarem uma buzinadela. Deviam era levar uma pantufada nos dentes só por causa das tosses, secalhar já não repetiam a proeza.

Digo eu, mas eu tenho um feitio especial.

(isto já tinha sido escrito há mais tempo, porque neste momento onde estou nem trânsito há. Mas logo ponho umas fotos que só tenho internet de vez em quando)