quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Mas Lá Há Melhor.


Do que passar noites inteiras na companhia de amigos de infância (que perduram), em conversas francas, regadas a vinho tinto?
( Sim, a bebida pode ser qualquer uma desde que a companhia seja de confiança).

Os pares de jarras são assim,já dizia a outra.


Obs: publicação totalmente isenta de sarcasmo.

Mas Lá Há Melhor.


Do que passar noites inteiras na companhia de amigos de infância (que perduram), em conversas francas, regadas a vinho tinto?
( Sim, a bebida pode ser qualquer uma desde que a companhia seja de confiança).

Os pares de jarras são assim,já dizia a outra.


Obs: publicação totalmente isenta de sarcasmo.

terça-feira, 27 de agosto de 2013

Em Directo de Porto Côvo: Betos do Cagalhão.

Cheguei aqui há pouco e já estou aziado. Já aqui tinha falado do turismo que assim se faz piorar de ano para ano: por um lado, pelos preços praticados pela hotelaria e afins e também pelo género de pessoas que frequentam aqui a aldeola.

Hoje não é sobre os avecs, caravanistas ou outros do género...é sim sobre um outro género que se julga superior: os betos. Como em todas as categorias não se pode generalizar, mas ultimamente têm mostrado bem o nível, tanto por situações relativas a práticas desportivas na Praia Grande (onde até houve agressões e outras atitudes de baixíssimo nível), como por uma que eu ouvi agora.

Situação:

Uma beta senior dirige-se ao café da praia para falar com uma funcionária que lá trabalha desde sempre e para lhe mostrar o netinho. Até aqui tudo tranquilo, eis que a filha (mãe do netiiiiinho) diz: "Maaaaaaaaaeeeee, venha embooooooorrraa! Já são 7.30! Temos de nos despachaaaaar" e entre dentes - e eu estava a passar e ouvi - diz ela para outro familiar senior: " Estará a falar do quêeee?? Bifes???"

Claro meu Grande-Ser-Superior, o facto de a sua mãe estar a falar com uma pessoa que trabalha numa cozinha dá-lhe claramente o direito de vomitar uma pergunta dessas. achará o quê, querida? Que é melhor que alguém que trabalha numa cozinha? Que uma pessoa que trabalha numa cozinha só fala de bifes?

Olhe Pituxa-Piteka-Monga, a sua sorte foi eu não ter um bife do lombo crú na mão, porque a tinha feito engoli-lo (estou certo que a querida já engoliu muita coisa crua, não sei se tão grande como um bife mas também não interessa nada).

As putas, em situações como estas, sentir-se-ão ofendidas se eu lhe chamar tal coisa, porque realmente pituxa-bibeka-cócuxa, assim de repente, nem um peido mal dado em dias de chili você vale. Porque é que não põe um bife no seu pipi e ganha uma vida nova? Na Comporta, por exemplo. Aproveita e faça uma auto-amona e venha à tona de água quando tiver 70 anos.
Que grandessíssima cagalhona!

Em Directo de Porto Côvo: Betos do Cagalhão.

Cheguei aqui há pouco e já estou aziado. Já aqui tinha falado do turismo que assim se faz piorar de ano para ano: por um lado, pelos preços praticados pela hotelaria e afins e também pelo género de pessoas que frequentam aqui a aldeola.

Hoje não é sobre os avecs, caravanistas ou outros do género...é sim sobre um outro género que se julga superior: os betos. Como em todas as categorias não se pode generalizar, mas ultimamente têm mostrado bem o nível, tanto por situações relativas a práticas desportivas na Praia Grande (onde até houve agressões e outras atitudes de baixíssimo nível), como por uma que eu ouvi agora.

Situação:

Uma beta senior dirige-se ao café da praia para falar com uma funcionária que lá trabalha desde sempre e para lhe mostrar o netinho. Até aqui tudo tranquilo, eis que a filha (mãe do netiiiiinho) diz: "Maaaaaaaaaeeeee, venha embooooooorrraa! Já são 7.30! Temos de nos despachaaaaar" e entre dentes - e eu estava a passar e ouvi - diz ela para outro familiar senior: " Estará a falar do quêeee?? Bifes???"

Claro meu Grande-Ser-Superior, o facto de a sua mãe estar a falar com uma pessoa que trabalha numa cozinha dá-lhe claramente o direito de vomitar uma pergunta dessas. achará o quê, querida? Que é melhor que alguém que trabalha numa cozinha? Que uma pessoa que trabalha numa cozinha só fala de bifes?

Olhe Pituxa-Piteka-Monga, a sua sorte foi eu não ter um bife do lombo crú na mão, porque a tinha feito engoli-lo (estou certo que a querida já engoliu muita coisa crua, não sei se tão grande como um bife mas também não interessa nada).

As putas, em situações como estas, sentir-se-ão ofendidas se eu lhe chamar tal coisa, porque realmente pituxa-bibeka-cócuxa, assim de repente, nem um peido mal dado em dias de chili você vale. Porque é que não põe um bife no seu pipi e ganha uma vida nova? Na Comporta, por exemplo. Aproveita e faça uma auto-amona e venha à tona de água quando tiver 70 anos.
Que grandessíssima cagalhona!

terça-feira, 20 de agosto de 2013

Laureating a Pévid.

Como típico tuga não poderia deixar de ir ver a projecção no Arco da Rua Augusta no último dia. Fui e adorei. Quase que ia gostando de História por uns minutos, mas já passou. Já há vídeos no Youtube, mas eu só fotografei.

( Obrigado pela companhia :))
Fica aqui o registo:








Laureating a Pévid.

Como típico tuga não poderia deixar de ir ver a projecção no Arco da Rua Augusta no último dia. Fui e adorei. Quase que ia gostando de História por uns minutos, mas já passou. Já há vídeos no Youtube, mas eu só fotografei.

( Obrigado pela companhia :))
Fica aqui o registo:








quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Caravanas: Alcatrão vs Paisagem Protegida.


Numa aldeia piscatória, que já foi considerada uma pérola no litoral alentejano, parece que há um íman de imbecis - não, não tem que ver com o íman que perderam a sexar, embora também tenha atraído imbecis.

O turismo piora de ano para ano e há uma grotesca concentração de gente parva e pior do que isso, pobre e pobre de espírito. Sim, ser pobre relativamente ao turismo contribui tanto como...nada. Ou políticos.

Bem, mas todos os anos é a mesma coisa: um arrastão de caravanistas, caravanistas estúpidos. Sei que não se pode generalizar, mas já se sabe- e sempre assim foi- por uns,pagam todos e assim sendo: são uns estronços de primeira apanha.

Há um código de conduta do caravanista que não é obviamente seguido ou lido por uma boa percentagem.

Sugiro uns módulos de boa educação...BÁSICA. Não chega estarem parqueados em parques de estacionamento - alcatroados- e ocuparem 4 lugares de carros, é preciso também montar avançados, grelhadores, mesas e cadeiras na zona circundante. E é preciso também mandar cócós, xixis, lixo de refeições para a via pública. E pernoitar em paisagem protegida do litoral alentejano.
Sim, porque nem há uma estação de serviço para estas caravanas, onde podem lavar, limpar e o que quiserem..sem pagar um tostão. Mas é tão mais giro quebrar regras e estacionar só perto de onde deve ser É agradecimentos destes que se recebem.

Parvalhões, básicos, irresponsáveis: vão para a vossa terra. Ou voltem quando forem minimamente educados.
O curioso é as Autoridades competentes não verem isto quando cá vêm desfilar patrulhar. Isto não é invasão da via pública ou qualquer coisa que o valha?

Para quem não conhece a situação:






Caravanas: Alcatrão vs Paisagem Protegida.


Numa aldeia piscatória, que já foi considerada uma pérola no litoral alentejano, parece que há um íman de imbecis - não, não tem que ver com o íman que perderam a sexar, embora também tenha atraído imbecis.

O turismo piora de ano para ano e há uma grotesca concentração de gente parva e pior do que isso, pobre e pobre de espírito. Sim, ser pobre relativamente ao turismo contribui tanto como...nada. Ou políticos.

Bem, mas todos os anos é a mesma coisa: um arrastão de caravanistas, caravanistas estúpidos. Sei que não se pode generalizar, mas já se sabe- e sempre assim foi- por uns,pagam todos e assim sendo: são uns estronços de primeira apanha.

Há um código de conduta do caravanista que não é obviamente seguido ou lido por uma boa percentagem.

Sugiro uns módulos de boa educação...BÁSICA. Não chega estarem parqueados em parques de estacionamento - alcatroados- e ocuparem 4 lugares de carros, é preciso também montar avançados, grelhadores, mesas e cadeiras na zona circundante. E é preciso também mandar cócós, xixis, lixo de refeições para a via pública. E pernoitar em paisagem protegida do litoral alentejano.
Sim, porque nem há uma estação de serviço para estas caravanas, onde podem lavar, limpar e o que quiserem..sem pagar um tostão. Mas é tão mais giro quebrar regras e estacionar só perto de onde deve ser É agradecimentos destes que se recebem.

Parvalhões, básicos, irresponsáveis: vão para a vossa terra. Ou voltem quando forem minimamente educados.
O curioso é as Autoridades competentes não verem isto quando cá vêm desfilar patrulhar. Isto não é invasão da via pública ou qualquer coisa que o valha?

Para quem não conhece a situação:






segunda-feira, 12 de agosto de 2013

A Precisar Disto.



Era isto com o som a 120 - numa escala de 0 a 100- calor, sangria branca (porque a de espumante demora a embebedar) ou um Quinta da Aveleda, ovos rotos, risos, confissões... Oops, parece que já faltou mais

:)

Já disse que estou viciadão nesta música? Porra que não se aguenta a excitação quando a oiço.
Num desabafo algo sensível,muito amaricado e nasalado: adooooooooooooooorrrooooo!!

A Precisar Disto.



Era isto com o som a 120 - numa escala de 0 a 100- calor, sangria branca (porque a de espumante demora a embebedar) ou um Quinta da Aveleda, ovos rotos, risos, confissões... Oops, parece que já faltou mais

:)

Já disse que estou viciadão nesta música? Porra que não se aguenta a excitação quando a oiço.
Num desabafo algo sensível,muito amaricado e nasalado: adooooooooooooooorrrooooo!!

domingo, 11 de agosto de 2013

Concentração é Isto, Senhores!


Vi ontem de manhã uma senhora na posição de concentração, algum exercício de yoga - digo eu- num jardim público. Até aqui tudo tranquilo, mas foram uns segundos (porque entretanto o semáforo mudou para verde) que me fascinaram e mais que suficientes para considerar esta senhora a Miss Concentração 2013- Infinitos.

Esta donzela estava num jardim público, situado entre a Pontinha, Alfornelos, Amadora e Casal da Mira. Sentada com a bunda na relva, perninhas à chinês, mãos em cima dos joelhos com as palmas para cima e lá estava ela a respirar fundo. À sua volta estavam uns quatro jardineiros munidos de máquinas de cortar e aparar relva. Sim, não apenas a de cortar, mas as outras mais irritantes, as de aparar nos canteiros. E ali estava ela impávida e serena. Acredito que assim se tenha mantido porque não ouvi noticia nenhuma de jardineiros assassinados.

Parabéns, Senhora! É a MAIOR!!

(gostava tanto de me concentrar 1/3 do que esta pessoa se estava a concentrar, até para tarefas como escrever no blog)

Concentração é Isto, Senhores!


Vi ontem de manhã uma senhora na posição de concentração, algum exercício de yoga - digo eu- num jardim público. Até aqui tudo tranquilo, mas foram uns segundos (porque entretanto o semáforo mudou para verde) que me fascinaram e mais que suficientes para considerar esta senhora a Miss Concentração 2013- Infinitos.

Esta donzela estava num jardim público, situado entre a Pontinha, Alfornelos, Amadora e Casal da Mira. Sentada com a bunda na relva, perninhas à chinês, mãos em cima dos joelhos com as palmas para cima e lá estava ela a respirar fundo. À sua volta estavam uns quatro jardineiros munidos de máquinas de cortar e aparar relva. Sim, não apenas a de cortar, mas as outras mais irritantes, as de aparar nos canteiros. E ali estava ela impávida e serena. Acredito que assim se tenha mantido porque não ouvi noticia nenhuma de jardineiros assassinados.

Parabéns, Senhora! É a MAIOR!!

(gostava tanto de me concentrar 1/3 do que esta pessoa se estava a concentrar, até para tarefas como escrever no blog)

quinta-feira, 8 de agosto de 2013

Guardado No Coração.

Há pessoas que passam pela nossa vida e ficam guardadas no coração.
Há outras que ficam guardadas no estômago, naquela parte da azia-  que aparece em medicamentos como o Rennie.

Guardado No Coração.

Há pessoas que passam pela nossa vida e ficam guardadas no coração.
Há outras que ficam guardadas no estômago, naquela parte da azia-  que aparece em medicamentos como o Rennie.

quarta-feira, 7 de agosto de 2013

E Aquelas Pessoas Que

Dizem:


  • Uma hamburguer em vez de UM hamburguer;
  • Umas Boxers em vez de UNS boxers
Não são tão divertidas como as que dizem: fim de semanas quando deveriam dizer fins de semana.
Mas quem sou eu? Escrevi num post anterior: haverão, quando o verbo haver não se conjuga no plural (explicação nos comentários, é consultar). Ainda assim, umas boxers soa-me pior.

E Aquelas Pessoas Que

Dizem:


  • Uma hamburguer em vez de UM hamburguer;
  • Umas Boxers em vez de UNS boxers
Não são tão divertidas como as que dizem: fim de semanas quando deveriam dizer fins de semana.
Mas quem sou eu? Escrevi num post anterior: haverão, quando o verbo haver não se conjuga no plural (explicação nos comentários, é consultar). Ainda assim, umas boxers soa-me pior.

domingo, 4 de agosto de 2013

Melhor Diálogo de Todo o Sempre.


Ouvido enquanto disfrutava desta bela paisagem:

#park
Calçado do Combro, Lx.


- Sabias que o Paulo Gonzo é coxo?
- É por isso que ele canta sempre de óculos.


....
~Como não sabia se havia de chorar ou rir, obviamente optei por rir. Muuuuuuuuuuuuuuuiiitoooo.

Melhor Diálogo de Todo o Sempre.


Ouvido enquanto disfrutava desta bela paisagem:

#park
Calçado do Combro, Lx.


- Sabias que o Paulo Gonzo é coxo?
- É por isso que ele canta sempre de óculos.


....
~Como não sabia se havia de chorar ou rir, obviamente optei por rir. Muuuuuuuuuuuuuuuiiitoooo.