quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Tenho Pena.

"Não tenhas pena do Pena, porque o Pena não tem pena daqueles quem tem pena do Pena."
Sempre ouvi dizer.

E eu tenho pena de tanta coisa e acho que não há nada mais triste do que ter pena seja do que for.

Tenho pena de pessoas mete-nojo, tenho pena de pessoas que metem nojo e pensam que não metem, tenho pena de pessoas que falam e pensam que as coisas nunca se vão saber, tenho pena que existam pessoas que abandonam cães (aqui não é bem pena, é mais ódio de morte), tenho pena que existam pessoas cujo objectivo de vida é desmotivar, humilhar e deitar a baixo o máximo possível as outras pessoas,tenho pena que as pessoas mais próximas pensem que conhecem os seus próximos quando não os conhecem minimamente, tenho pena que exista sempre uma cara de admiração a um facto apresentado milhentas vezes, tenho pena que as pessoas não reconheçam que têm depressões, que atirem para cima dos outros a sua culpa, tenho pena que levem uma vida inteira a reconhecer valor em pessoas,  tenho pena da mesquinhez, estupidez, malvadez, maldade e falsos interesses.

Tenho pena que não se consigam atingir objectivos propostos. tenho pena que o primeiro-ministro - depois de um erro na colocação dos Professores- os mande emigrar (que grande palhaço, Pedro de Massamá!), tenho pena que com um país soalheiro e com potencialidades em imensas áreas, tenhamos que ir começar do zero noutro sítio qualquer (sem apoios), tenho pena que em Portugal se continuem a fazer estágios não remunerados, ou seja, a explorar pessoas até ao tutano vezes sem conta e com continuidade infinita, tenho pena que o tuga diga à boca cheia que os licenciados estão limitados á área na qual se formaram- e tem medo de arriscar outras áreas- quando se enviam milhares de CV's para outras áreas e a resposta é igual como se fosse para a área de formação: ZERO.

 Toda esta pena, leva a um cansaço...que se resume a um cansaço de pessoas. É isso, estou cansado de pessoas que não valem uma bufa (das que queimam as bordas do nalguêdo). E eu estou incluído em alguns aspectos supremencionados. E há ainda tanta coisa que me dá pena, mas que agora me aborrece escrever.

domingo, 25 de dezembro de 2011

Ainda o cara*** do Natal.

Obrigado Natal! Por me relembrares mais uma vez, o porquê de eu não gostar de ti.

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

É Natal !! F*da-se.

Acabou o Verão (?) e já é Natal! Eu não tinha dito que passava num instante? Eu sei.
Nesta lindinha época- em que as pessoas que não valem um colhão, parecem ser as melhores do mundo pela sua solidariedade- na minha vida, nada muda. Não, nem como mais do que no resto do ano.
 Só fico é ainda mais nervoso..ora por que se ouve falar na crise e não se nota nem menos um pintelho de gente nos centros comerciais (eu só lá fui hoje buscar uma encomenda que me pediram), ora pela quantidade de VIPs (?) que entretanto se lembraram que eram solidários (mas já passa, é quase Janeiro), ora porque simplesmente existem pessoas que respiram. Mas não é esse o assunto de hoje..está relacionado...é a minha lista de prendas de Natal.
AmigosFilhos da Puta Inimigos  são estes os presentes que quero este ano:




Não é para escolher..preciso de todos. Tenho o "sistema nervoso enervado".
Amigos: cheguem-se à frente..porque são meus amigos.
Inimigos: cheguem-se à frente...caso contrário é nas vossas ventas que vou descomprimir.

Quanto ao bom Natal..desejo antes que as pessoas que dizem que vão fazer dieta pela 46536728282929 vez, façam mesmo. Só naquela (seja ela qual for).

domingo, 18 de dezembro de 2011

Plano de Retirada.

Gostei de ver há momentos, no Jornal da Noite da SIC, uns residentes ingleses no nosso País a falar sobre a crise e a possível falência dos seus negócios em breve. Às perguntas, já de si negativistas - não fossem elas feitas por um português - o senhor inglês respondeu: sim, tenho medo (o volume de vendas baixou bastante), mas e então? Antes ir à falência num País soalheiro do que em Londres..ao menos aqui podemos aproveitar o Sol, disse ele com um sorrisinho na cara.
E disse muito bem. Estou totalmente de acordo. Não fosse a minha resposta: "Desempregado, mas bronzeado" às perguntas: Mas estás sempre bronzeado?!...Gestão de recursos disponíveis e grátEs, oh branquelas! Eu sei aproveitar. E os ingleses também.



P.S: O Brasil continua a ser uma alternativa a este sol português. Já que este não me paga as contas.
Nossa, eu amo Portugal e não me apetecia ter dji começar do zero no Brasiu. Vou deixar de ver noticiários. Caralher.

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

O Homem Perfeito.

Acho graça - com base num artigo que uma amiga minha postou agora no facebook - que as mulheres estejam uma vida inteira à procura do príncipe  encantado. Queixam-se, queixam-se, queixam-se e queixam-se. Que não existe, que nunca vai aparecer, que não tem um cavalo branco. E ouvem quantos homens a dizer que não encontram a princesa? Um ou dois vá..E isto porquê? Porque os homens são e sempre foram - na sua maioria- mais inteligentes que as mulheres, logo, mais realistas e sabem que milagres não existem.
Deixem de se queixar e comam o que há, ok? É que ouvir mais do mesmo...enjoa um bocadinho..oh perfeitinhas!
Hmpf.
Sempre a cuspir no prato.

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Empregas-me?

Preciso da vossa ajuda. mas de todos os que lêm o blog. Os que acham giro... e os que acham uma merda aquilo que eu escrevo.
Podem partilhar este post, só para ver se eu me desemerdo? Já pus no meu mural do facebook, mas preciso que chegue a mais pessoas. Muuuiitas mais! É só carregar no simbolo do facebook que está a cinzento no fim do texto...Vá láááááá!



Ora é porque é fim de ano...ora é porque é princípio, ora porque é meio...Há sempre alguém a dizer: Não é uma boa altura para fazer candidaturas.
Não quero saber. Quero trabalhar. Tem uma asneira aí escrita..grande coisa! Acham que desempregados sem subsídio não dizem asneiras? Ah pois não.
Vá, sou licenciado em Marketing e Publicidade (nao que interesse para alguma coisa), mas tenho mãos e pés e posso fazer outras coisas (quase tudo, quaaaase).
Só mais uma coisa - e não, não me estou a armar em fino. sou alérgico a:
- recibos verdes
- contractos mensais
- estágios
E gente que não percebe piadas secas e nunca se ri com nada.

domingo, 11 de dezembro de 2011

Oh tempo...Volta para trás.

Hoje encontrei uma senhora que me aturou desde o meu 5º ano até ao 7º ano. Era a dona de um café onde almocei durante esses mesmos anos. Além da comida divinal - que ainda há pouco tempo falei disso com a malta dessa altura- esta senhora fez-me lembrar a razão pela qual eu quis deixar a terrinha e que entretanto me esqueci.
- (...) Então, sempre seguiste fotografia?
- Não..
- Mas eras tão pequenino e só te ouvia falar nisso..
- Pois...

E pronto..lembro-me que no 12º era isso que queria. Só não me lembrava que já falava tanto sobre essa decisão entre o 5º e o 7º ano.
Pano para mangas. E decisões para tomar.

(Des) Alfaiate Lisboeta IV


Oi gatxinha! Tudo miaaaauuuu??


sábado, 10 de dezembro de 2011

LX Fashion's Night Out.


Já conheci umas quantas assim. Não assim tão feias, mas com tom de pele Nutella.
Algumas até com um nutella a puxar assim para o tuberculoso.

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Ponto de Situação Económico.


Andava aqui perdido nos meus pensamentos intelectuais, sobre factos realmente úteis e interessantes da vida quotidiana, quando concluí que: este País está uma bela merkel.

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Modernices.

Eu, internetólico, me confesso.


Mas claramente estou em desintoxicação. Já consigo passar 2 minutos e meio seguidos, - mais coisa, menos coisa - sem pensar no facebook para saber o que se passa no mundo (e na vida dos conhecidos). E no gmail (à espera que chegue uma resposta positiva ao meu CV). E no net-empregos e no carga para ver se finalmente aparece uma oferta de trabalho decente. E nos blogs que sigo, para me rir com asneiradas e desabafos de pessoas que não conheço pessoalmente.
Graças a Deus,oops, a mim que tenho uma vida fora da Internet e que o portátil não bronzeia nem faz café...porque senão...era capaz de optar pela virtual.

Fait atenção (foi a Fanny que me ensinou esta expressão):
Há comentários que aceitei desde há uns dias, mas não consigo responder. Motherfucker blogger que não me mantém "loggado".

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Fugindo do Putêdo/Cabranêdo.

Não tenho por hábito expôr aqui nada que remeta para a minha intimidade, nada que possa "invadir" a minha privacidade. Acho que não interessa nada e nalgumas situações pode até emproar alguém que se identifique na história. Hoje vou expôr - não dando muita importância- um desabafo. Simplesmente porque não é a primeira, nem segunda, nem quinta vez que me chegam opinanços expelidos sempre pela mesma pessoa. E eu nunca lhe vou dizer isto na cara - não por falta de colhões - porque implica o diz-que-disse.
Assim....
Gosto de fugir para aqui (ver fotos em baixo)
Esquecer pessoas que me dizem: Há tanto tempo que não dizes nada!
Pessoa... antes de dizeres, pensa primeiro: será que ele sabe que eu disse mal dele nas costas?
Sei.


segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

O Meu Mais-Que-Tudo.

O meu mais-que-tudo é lindo
O meu mais-que-tudo é inteligente
O meu mais-que-tudo é companheiro
O meu mais-que-tudo é o Tarik.

(como devem estar a calcular, eu não ia fazer versos, embora parecesse)

E eu amo o Tarik mesmo quando revira os olhos por eu lhe estar a tirar 576448398 fotografias.
E o Tarik teve um bolo. Que não comeu porque está de dieta.

domingo, 4 de dezembro de 2011

Análise de Mercado Social.



Em 2011 registou-se uma subida de 89% na taxa de "Vivo mais a vida dos outros, do que a minha" relativamente a período homónimo. A tendência é aumentar exponencialmente e chegar aos 100% no primeiro trimestre de 2012.
As consequências serão mostradas em forma de nódoa negra em redor dos dois olhos e quem sabe do terceiro. Pede-se cautela. (não Filomena, não é nada pessoal).

Mau Feitio? Naaaaa.

Eu já disse e redigo: eu não tenho assim tão mau feitio.
Querem provas? Ontem estava a beber café na Avenida da Igreja - frequentado também por muitos pedintes romenos- e um dirige-se à mesa onde eu estava com a S. Eu faço apenas o gesto como quem diz: afasta-te. Ele vai a uma outra mesa e ouve-se em jeitos de peixeirada: EPÁÁÁÁ, SAIIIII!!!! ESTÚPIDO!!! SAIII!!
Fiquei quase estupefacto, mas depois lembrei-me que só não fui eu a dizer o mesmo por estarem ali muitas pessoas. É que cansa, porraaaaa! Eu só dava se fosse este a pedir:


Obs: hoje à noite o Prof. Nunes escreve sobre Economia e as tendências de mercado. Sério :)

sábado, 3 de dezembro de 2011

Burreza.

Eu sou uma pessoa que não prima pela inteligência, já é sabido! Mas sinto-me tão looooouro quando confundo preocupação com, o que na realidade é, coscuvilhice.
Burro, burro, burro.

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Hoje estamos assim.

Se é bom? Não sei. Se é mau? Também não sei. Mas ultimamente tenho achado isto.

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Humor.

Eu acho-me uma pessoa de humor fácil- que ri por tudo e por nada- mas que analisando bem..não é assim tão fácil. Isto porque, há pessoas que não percebem imagens como esta:
Quem não se ri com coisas destas, é uma pessoa muito "poucaxinha", uma coitadinha e aborrecidona. Stay away from me...Pessoa Séria! E cada vez que olho para a imagem..volto a rir como se fosse a primeira vez :)
Sejam palhaços, seus cara-de-crise!!

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Paneleirice do dia.



O Chef Nuñez hoje fez este pitéu:

Ordem.

Sabem aquela Lei de Murphy que no diz que no trânsito, a fila em que nós estamos é a que vai sempre demorar mais? Eu também sei e concordo e aplico-a também à fila do Pingo Doce. Obviamente que pegar numa teoria de um estrangeiro e aplicá-la em Portugal a coisa não pode ser taliqual. A coisa piora quando se ouve ao microfone: "TUNUNUUUU, é favor passar por ordem para a caixa 5."


O tuga, claro está, como bom malcriadão que é...omite pseudo-ingenuamente, a palavra "ordem" no seu limitado cérebro e entre placagens, empurrões e umas asneiras lá consegue passar à frente dos outros que estavam hà vinte minutos nas filas vizinhas. Acaba muitas vezes esta acção maquievélica com um: "Não estava aqui ninguém!" E não estava, porque quem era suposto estar, provavelmente está no chão com a omoplata deslocada.
Querido leitor: se algum dia já vez isto, aviso-o já que se habilita a ter azar um dia, e sair de lá...não com os petit gateux no saco e sim no pacote. Are we clear? Coool :)

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Vai Dji Metro, Satanáis!

Uma sala em que qualquer frase/barulho/respiração entoava de forma incomodativa, uma senhora de meia idade, de joelhos em frente a um homem um pouco mais novo. Ela gemia, arfava e as lágrimas caíam como cataratas. Ele agarrava-lhe na cabeça, fazendo movimentos bruscos para trás e para a frente. Entre muitas frases que lhes dirigia, sobressaiu: .(Ler em brasileiro; com o novo acordo ortográfico, portanto)
"Sai demóoooooooooonio dessa alma puuuuraaaaaaaaaaa! "Ao contrário do que essas mentes depradas já estavam a imaginar,ele não estava  tentar tirar-lhe os demónios através de sexo oral (vulgo, alfineite de peito). Estava a exorcizá-la. se bem que há pessoas que quando estão a ter sexo, também parecem possuídas, mas isso é outro post.
Uns 15 anos depois desta primeira experiência traumatizante, duvidosa e estupidamente ridícula eis que me deparo com esta revista que vem revolucionar o mundo da Medicina. Atençãoo: parooooooou tudoooooo! Investigadores, cientistas, médicos e todas as profissões que possam estar relacionadas com a descoberta da cura do virús da SIDA. Baixem os braços e

Baixem os braços e deixem-se estar sossegaditos. Estas décadas de pesquisa foram em vão e está aqui escarrapachado o testemunho disso mesmo. O Vandir Ribeiro contou a sua história na revista da IURD: foi lhe diagnosticado Hepatite C, problemas de tiróide e HIV..mas entretanto estava a decorrer a Fogueira Santa em Israel e voltou curado. Portanto minha gentji, toca a dar umas valentes quecas desprotegidas, pôr a boca em todo o lado, trocar seringas uns com os outros (para poupar, claro!) que depois é só seguir viagem para a Fogueira Santa. Porque é que haveriam de ser a favor dos métodos contraceptivos?
Palhaços pá!

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Paneleirice do dia.

Disse assim à mãe: Manda-me coentros! Poucos! Porque aqui em Lx só compro aos molhos e não uso assim tanto!
-Ok.
Dois? Não! TRÊS molhadas de coentros maiores do que as que costumo comprar. Obrigado, mãe!
Como é que eu os despacho agora? Fui ao google e apareceu "creme de coentros", o que não me agrada muito, pois sou fã de sopa de entulho e da pedra e familiares dessas. Não destes cremes paneleiros.
Mas ficou bom e mais do que aprovado - eu não preciso que ninguém prove para chegar a essa conclusão, confio no meu bom paladar- e com o mê toque alentejanoooooo: panito do Alentejo directamente para a frigideira, passando antes por azeite e alho. Nhami.

P.S: Claro que não foi só isso a janta, tive de fazer frango para acompanhar, que só cremezinhos não matam a fome, nem àquelas criancinhas que apareciam no cartaz ao lado do Steve Jobs a dizer: one dies, million cry, million die no one cries.

Anuncio Emprego: Algarve em Odivelas

Foi claramente escrito por um algarvio :)
Algarvios: não me saltem já à espinha porque eu não estou a gozar com vocês. Aliás, o vosso sotaque é quase tão giro como o meu..não fosse eu alentejano. Majeu gosto mais do alentejano.

domingo, 27 de novembro de 2011

Histeria.

Em algumas situações - em que o limite da paciência foi ultrapassado em muito (mas meeeeeesmo muito) - em que os nervos dominam uma situação/conversa, já me aconteceu chamar a alguém: histérica/o de merda! E o que é que isto tem de interessante? Nada, na verdade nada. Mas em primeiro lugar, mostra que não chamei filh@ da puta e que já sou uma pessoa com raiva muito mais controlada (not) e em segundo lugar mostra outra coisa. Mostra que muitas vezes nos tornamos em quem criticamos. Quando se chama isto a alguém, não estamos propriamente a fazê-lo no mesmo tom em que pedimos 150 gr de fiambre no Pingo Doce. Fazemo-lo como? Histericamente, pois atão que é. Eu faço-o e acho estúpido. E de todas as pessoas que me irritam pelas suas suas atitudes parvas, as histéricas estão no pelotão: acho que o impulso para lhes espetar uma lambada dans la visage demora menos de um milésimo de segundo a ser gerado. A sorte é que eu sou controlado. Muitíssimo. Porque segundo a Cátia da Casa dos Segredos, uma pessoa não pode agir assim de cabeça fria.
Histeria gera histeria. E nervos geram necessidade de ter aulas de kickboxing ou afins.
Obs: Se alguém souber onde há aulas de kick (a bons preços) é favor informar que eu sou uma pessoa que fica muito agradecida.
Obs1: Este post não tem interesse nem graça nenhuma, contudo há um lado bom: é escrito e vocês não me ouvem gritar.

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Nunes e o Ministério das Finanças

Sim, entreguei o IRS atrasado 1 mês. Mas entreguei.
Então recebi este email e era dos que dava para responder para um Chefe de Secção. Dava e eu respondi:

Carreguem lá na imagem e leiam. Eu sei que não resolve nada, mas é por eu responder, que não vou a manif's. Eu faço a minha parte. este mail resolve tanto como as manif's, mas com isto eu fico mais alividado.
Já agora, Ministério das Finanças: vai para o caralho. E vão me penhorar o quê? Eu é que vos dou uma penhorada e é nos cornos... e o valor da multa (lá terá de ser).

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Nunes Popular.

(estou sem acentos no pc, portanto sosseguem quando virem alguma falta de)

Por alguma coisa se ouve falar em SABEDORIA popular. Nao ha que enganar.
Ainda nao conhecia este ditado e costumava pronunciar-me sobre isto de uma maneira obviamente mais brejeira:

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Pitéu d'Hoje

Poderia ser uma comidita gourmet: se tivesse 3 fios de esparguete, metade do esparregado e 1/3 do bacalhau desfiado ( passado em azeite e alho). Mas não é! São paneleirismos que não me assistem. Ou bem que se enfarada como deve ser, ou bem que não. E aqui enfarda-se. E arrota-se bastante também.

Ridicularidades.

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Anuncio da Optimus, oops..Budweiser

Vi a primeira vez e achei super giro e interessante o conceito criado pela Optimus: música gira, gente gira, blá blá blá (até aqui nada de novo)!
Começou a piorar depois de ouvir umas milhentas vezes, ainda assim não era insuportável (sim, estou a ser bonzinho). Depois vieram os duetos improváveis (iniciativa gira também, sempre com o all together),  e agora as flashmob's onde o all together é cantado e refeito em mais não sei quantos estilos....Foda-se. Que enjoo.
E assim se estraga uma campanha que era boa. Sim, porque cansa. Óltuguéder náuu: Not.

Oops...Qualquer semelhança com o anuncio da optimus..é pura coincidência.

http://www.youtube.com/watch?v=kzqd2w1wdCc&sns=fb

O Metro é Que Sabe.

Aqui? Mesmo, mesmo aqui? 'Tá beeeeeeemmmm!

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Dicionário: Uma Palavra por Dia.

Definição do verbo foder: acto de viver em Portugal, sendo governado por quem está no poder.
Substitui muitas vezes a expressão popular: "comer e calar".
Antigamente utilizado para designar o acto sexual sem amor, mas caiu em desuso. Nunca mais ninguém teve vontade de praticar.